quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Tokyo - com os amigos



"Primeiro o dever, depois o lazer."

Já tinha visitado a família e alguns museus que queria conhecer, então chegou a hora de curtir a viagem com os amigos. Nos encontramos próximo a estação de Roppongi. Ah sim, Roppongi também é famosa pela sua noite.

Primeiro fomos comer em um restaurante mexicano. Comi tacos. Uma delícia. Muy rico.



Depois, nos encontramos com o Raul, Akio e seus amigos (Andy - argentino - e seus colegas de trabalho) para irmos num barsinho chamado propaganda. Bem bacana. Um monte de estrangeiros, algumas pessoas dançando, outras conversando, bar men balaqueiro.. essas coisas.





Ficamos ali uma hora e pouco e dpois fomos a um bar chamado Sheesha. Estilo árabe. Bem bonito. Ali encontrei muitos brasileiros. Um grupo dançando, a garçonete e inclusive o DJ. Que se entregou com os funks e coisas do tipo Kelly Key. Depois ainda tocou um Zeca pagodinho que foi bem divertido. Não acreditava que tava escutando tudo aquilo em Tokyo. Ah sim, graças ao funk e ao grupo de meninas brasileiras, todos ali queriam ir para o Brasil.

Cada um, cada um.


a menina bem da frente de blusa branca é a brasileira.

Saimos dali e fomos encontrar o Kenji (amigo da Lucia que nos hospedou) que tinha ido buscar sua namorada brasileira e estava com os amigos brasileiros de sua namorada. Tokyo está cheia de latinos (vide: Latino está para Tokyo assim como Nordestino está para São Paulo). Eles estavam num barsinho mais nice. Daqueles do tipo que a gente acha que vai encontrar em Tokyo. Com música mais eletrônica. Tava bem legal. Ficamos ali uma meia hora pq ja tava meio tarde e voltamos para casa. eu MORTA. hehe.

No dia seguinte, combinamos com o Akio de ele tirar umas fotos da gente pelas ruas de Tokyo. Foi divertido. Acordamos cedo para se emperequetar um pouco e saimos por aí.



Começamos pela Tokyo Tower (uma mini Torre Eifel) e fomos indo...






Esse é um tipo de cemitério de crianças. Cada bonequinho representa uma criança e ali ficam as cinzas dela.



Até chegar em Ginza (aquele bairro com as lojas de marca) e encontrar o Sony Building.



O prédio é bem legal. De 21 de julho a 31 de agosto acontece o 41st Sony Aquarium 2008. Durante o o evento, todo prédio é temático e os produtos da Sony mostram imagens do Okinawa Churaumi Aquarium um famoso aquário de Okinawa (uma ilha do Japão que fica bem ao sul e tem um clima mais tropical).

A atração principal era uma projeção do aquário em 3D que acontecia no oitavo andar. Assim, as pessoas iam subindo os andares de escada e conhecendo os produtos da Sony.

Aqui, as pessoas podiam colocar seus nomes nas tartarugas que nadavam nas telas.



Imagens direto do aquário.



Aqui, as Cyber-shots tiravam fotos das pessoas que passavam, sempre que reconheciam um rosto (da para ver ali no catinho eu com a câmera - da Casio).



Um porta-retrato digital:



Aqui uma máquina rejuvenescedora. Olhem como eu fiquei:



Assim ficou o Akio (com seu playstation 3).



Momento óóóhh. Mira que fofinha esta maquininha que toca música e dança de acordo com o ritmo dela.




A projeção em 3D foi bacana. Mas, claro, não deu para filmar. Ah sim, obviamente, tudo gratuito.

Depois dali fomos almoçar num Mc (sim, de novo. na verdade, o Mc é a comida barata de Tokyo) onde tocava MPB. mesmo. Acho que ouço mais MPB pelas ruas do Japão do que nas do Brasil. Depois nos encontramos com Raul que nos guiou até Odaiba. Tipo uma ilha do futuro.

Para ir até lá, um monotrilho sem maquinista.







E lá, algumas coisas como essa :O



Toda a ilha foi construída artificialmente e está tudo sobre uma espécie de segundo andar contra marés-altas (e anti aquecimento global, hehe). Todos os prédios da ilha produzem toda a energia que consomem atravéz das ondas do mar.

E não me perguntem por quê, há uma pequena estátua da liberdade ali.



Uma pena que estava chovendo (a cidade do futuro não é anti-chuva) e fazia um pouco de frio, o que encurtou um pouco nosso passeio. mas valeu. Na volta, uma volta de barco.



Foi divertido, mas podia ter sido esse:





Não fosse a falta de plata. hehe.

Depois jantamos e encontramos com as outras gurias. Conhecemos o Eric, um mexicano buena onda amigo do Raul. No dia seguinte, as 4:10 da manhã saímos rumo a Yamaguchi. No mesmo esquema indiada com emoção da ida.



Bah, tchê. Fazia mais frio do que a gente esperava (eu e Vale morrendo de frio).



:)

3 comentários:

aline disse...

ai, vendo as fotos me deu uma saudade.

bom, um ano passa rapido. =)

beijos lou!!! =)

Louise Kanefuku disse...

sim, line. qd tu ver, já tá de volta para gente fazer nossos queridos programinhas porto-alegrenses.

bjão, menina ;)

Para o alto e avante! disse...

Ola Luise,
Deixei um comentário, mas ele sumiu! hihihihihih
Sou o Ewerthon, do blog da Abril (www.japao100.abril.com.br/blog_janeladekassegui)
Passei para dar um oi.
Abs,