quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Tokyo - com o marco II



o domingo foi dia de mais passeio. o check-out as 10:00 ajudou a gente a não se estender muito e aproveitar bem o dia. saimos do hotel e fomos para Ueno, um bairro conhecido pelo Parque Ueno e pelo comércio na rua.



no Parque Ueno estão alguns dos mais importantes museus de Tokyo. o primeiro que fomos conhecer, foi o Museu Nacional de Arte Ocidental. podem achar estranho ir para Tokyo ver arte ocidental, mas tanto eu quanto o marco não sabemos quando teremos a oportunidade de ver um Monet ou um Van Gogh (entre outros grandões) novamente.

sempre gostei muito de Monet, foi uma experiência legal ver o trabalho dele ao vivo.



essa é só uma réplica em tamanho menor de um dos quadros do Monet que há no museu. a réplica estava a venda na loja do museu. infelizmente, não dava para tirar fotos dentro dele, das telas originais.

almoçamos meia mini pizza no Parque Ueno (que era o que a grana permitia. hshs) e fomos ao Museu Nacional de Tokyo ver arte oriental :)

ali sim, se podia tirar fotos.











melhor foto:



se não me engano, essa era a peça mais antiga que vimos no museu, 3000 anos aC.



também havia uma exposição sobre o budismo desde sua origem na Índia, até sua entrada no Japão pela da China.







o museu é enorme. conseguimos ver somente um dos quatro grandes prédios que há ali. depois disso, fomo em direção a estação, de onde pegaríamos o trem-bala para Yamaguchi. antes de voltar, demos uma passada numa rua que é tipo um mercado aberto. onde o marco entrou para o clube de fazedores de filmesinhos turísticos explicativos ;D

video





ali tem tudo e parece uma feira do brasil, gente gritando sua oferta.. cada um querendo vender seu peixe. hshs.

compramos um peixe cozido e o comerciante perguntou de onde a gente era. "Brasil", respondi. e ele, "obrigado" :) o tio deve saber agradecer em todas as linguas do mundo...

por fim, compramos uns omiagues e voltamos para a casa.

...

os omiagues

são presentes comprados para os amigos quando viajamos. é comum presentar as pessoas ao retornar de algum lugar diferente mas, no japão, o costume, como quase todas as coisas, está mais institucionalizado. por isso, é de bom tom, sempre levar algum presente, de preferência um doce ou salgado do lugar que visitou. perto das estações sempre há uma loja de omiagues cheia de doces já prontos em caixas e sacolas de presente. aí tem os doces característicos de cada lugar. se você vai a Tokyo, tem que comprar tal doce, se vai a Hiroshima, tem que ser outro :O

as vezes dá sorte de eu acertar. hshs. no último deu. comprei a primeira coisa que tinha ali: Tokyo Banana (um bolinho em forma de banana com recheio de creme sabor banana). chego aqui, entrego para as minhas colegas e elas: "as famosas bananas de Tokyo!"

...

na verdade, os japoneses estão sempre se presenteando.

como já disse, são os reis dos tchucos. eles não gostam de ficar devendo favor, por isso, dão presentes sempre que alguém presta um favor a eles. e como são muito prestativos, estão sempre trocando presentes e favores. uma coisa. vai na casa de alguém, leva presente. pede algo emprestado, devolve com um presente. vai viajar, volta com presente. claro, como o costume funciona para os dois lados, as pessoas não chegam a ter prejuízo, assim como dou muita coisa, ganho tb. mas esse costume deve mover metade da economia japonesa..

enfim, se vier para o japão, não esqueça de trazer uns omiagues do brasil.

...

a volta foi de trem-bala. bem divertido. se de trem comum demoramos 18 horas, e de onibus 14, de trem-bala se vai de Tokyo a Yamaguchi em 4 horas.


e eu comendo o chocolate de gramado que o marco me trouxe. hmmm.. bem delicia.

chegamos em Yamaguchi pelas 23:30 beeem cansados. e assim termina o primeiro finde do marco no japão.

:)

Um comentário:

Marco disse...

trem tri bala.
agora vem yamaguchi, chegamos na estação com um friozinho e um cheirinho de mato.